VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE ÓLEO ESSENCIAL E ÓLEO VEGETAL?

VOCÊ SABE A DIFERENÇA ENTRE ÓLEO ESSENCIAL E ÓLEO VEGETAL?

Essa é uma dúvida frequente, uma vez que ambos são matérias primas na produção de cosméticos naturais ou orgânicos.

Para que não haja confusão, resolvemos criar essa matéria e diferenciá-los:

ÓLEO VEGETAL:

Os óleos vegetais são gorduras extraidas, principalmente, das sementes de plantas e frutas por prensagem a frio, não evaporam e não são solúveis em álcool. Com algumas exceções, o óleo vegetal também podem ser ingeridos e raramente provocam alergias e penetram rapidamente na pele e seu aroma é sempre suave.

São ricos em vitaminas, ácidos graxos, proteínas e sais minerais.

 

ÓLEO ESSENCIAL:

O óleo essencial é uma mistura de substâncias voláteis (evaporam)  extraídas de folhas, raízes, flores, caules, frutos, pétalas e cascas de plantas, sua extração ocorre por destilação a vapor, compressão de frutos ou extração com uso de solventes. São muito concentrados e possuem propriedades terapêuticas, usados na aromaterapia para tratar doenças físicas e emocionais.

São solúveis em álcool porém sua velocidade de penetração na pele é menor e não devem ser ingeridos.

O óleo essencial deve ser diluído em outros veículos pois são muito fortes, exemplo, 1 gota = 24 xícaras de chá da planta.

 

PARA QUE SERVEM NA COSMÉTICA?

O óleo vegetal é excelente para conferir maior hidratação, nutrir cabelos e pele pois é rico em vitaminas, sais minerais entre outros, pode conter propriedades terapêuticas, como por exemplo propriedades bactericidas e anti-inflamatórias.

O óleo essencial pode conservar o produto, pois sua maioria contém potente ação contra bactérias e fungos, e claro, produzir a fragrância do produto e fornecer propriedades terapêuticas.
DICAS:

– Na hora de comprar um óleo essencial, confira no rótulo as seguintes informações: Nome científico, País de origem, Composição química  e Registro na ANVISA. Desta forma, você evita comprar por engano essências sintéticas, que não possuem propriedades medicinais.

– Existem algumas contra indicações no uso dos óleos essenciais, como:

  Proibidos para os hipertensos: Canela, Cravo, Gengibre, Hortelã pimenta, Alecrim e Eucalipto;

  Gestantes utilizar apenas com autorização médica;

   Proibido para Epiléticos: Alecrim, Canela, Cravo, Erva Doce, Hortelã-Pimenta e Sálvia Esclaréia;

   Não utilizar com homeopáticos: Alecrim, Hortelã pimenta e Eucalipto;

   Fototoxidade (queima a pele em contato com a luz do sol) : Todos os cítricos (laranja doce, limão siciliano, bergamota, etc).

 

– Os óleos essenciais são lipossolúveis (dissolvem em gordura). Isso significa que não há barreiras em nosso corpo para agirem de forma rápida e eficaz.

– Os óleos vegetais são as melhores opções de base/carreador para utilizar os óleos essenciais na pele. Os óleos vegetais, além de diluir o óleo essencial para evitar possíveis alergias e queimaduras na pele, não tampam poros, como acontece quando utilizamos óleos minerais ou cremes com componentes como a parafina, vaselina ou óleo mineral. Experimente o óleo vegetal de semente de uva (indicado para todos os tipos de pele).

– O óleo vegetal de Rosa Mosqueta é o único óleo capaz de clarear manchas, isso porque possui o ácido trans retinóico em sua composição química. Para um melhor resultado, acrescente em 30ml de O.V de Rosa Mosqueta 1 gota de óleo essencial de Palmarosa e 1 gota de óleo essencial de Hortelã pimenta.  Em 30 dias você já percebe os resultados.

 Acesse nossa loja virtual e confira os nossos produtos: www.SABAOeGLICERINA.COM.BR

Outras Matérias que podem te interessar...

Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedInPrint this page
COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *