Elaeis oleifera – Quem é o Ojon?

Nome científico: Elaeis oleifera (Kunth)

Nome comum: Ojon
sinonimo: Alfonsia oleifera Kunth
Família: ARECACEAE
Pertencente ao grupo das palmas produtoras de óleo, o ojon ocorre desde o México até a América do Sul, incluindo a Amazônia.
São plantas cultivadas para a produção de óleo de palma. O dendezeiro ou palmeira-de-óleo-africana, Elaeis guineensis, é espontâneo na África ocidental, ocorrendo na Guiné, entre Angola e Gâmbia, enquanto que a palmeira-de-óleo-americana (Elaeis oleifera) é espontânea nos habitats tropicais da América Central e da América do Sul.

Esta palmeira nativa da América do Sul cresce bem em regiões com muita chuva e mata densa e seus frutos alimentam muitos pássaros, arborícolas, rasteiros e voadores, mamíferos e uma grande variedade de insetos.

Extraído das castanhas ou frutos (polpa do fruto) da palmeira, manualmente com a moagem do fruto e depois efetuada a filtragem; é tradicionalmente utilizado pelos nativos de tribos caribenhas para tratar os cabelos e a pele.

 

Ele é um tipo de “óleo milagroso”, rico em ácidos graxos como o ácido oleico e o linoléico. Ele é riquíssimo em lipídios. Isso significa que ele é gordura pura, bem mais concentrado que o Argan. É tão grosso e concentrado que se solidifica a temperatura ambiente e aspecto de uma manteiga bem resistente de coloração marrom avermelhada.

 

Clique Aqui para ver a Receita com Óleo de Ojon

Por ser muito gorduroso, o óleo de Ojon é indicado principalmente para quem tem cabelos muito secos ou ressecados e danificados, por químicas ou uso de calor.

Por ser um óleo muito grosso, não deve ser utilizado antes de colorações ou alisamentos, pois pode comprometer o resultado final.

Ele também contém cisteína, que vai restaurando a saúde dos fios. Por isto, afirma-se que ele é mais forte e poderoso do que o óleo de Argan. Os benefícios do ojon são notados mais rapidamente do que o Argan, comprovando a eficácia do mesmo.

O óleo de Ojon tem os seguintes benefícios para os cabelos hidratação, brilho natural, vitalidade, proteção térmica, ação antioxidante, emoliente,restauração de fios danificados, maciez, resistência, eliminação do frizz e sedosidade, além de oferecer proteção contra os raios ultravioletas.

Além de usá-lo nas pontas, pode-se usar também, misturando uma quantidade bem pequena em shampoos, condicionadores e hidratantes, ou mesmo em colorações ou alisadores. Isso faz com que o fio fique mais protegido contra os malefícios desses tratamentos.
Diferença entre Óleo de Argan e Óleo de Ojon

Os dois óleos são parecidos, a diferença está na quantidade de gorduras ou lipídeos presente no óleo de Ojon. Apesar de ser mais grosso e muitíssimo eficiente para alguns tipos específicos de cabelos não é indicado para todos os tipos.
Indicações para o Óleo de Ojon:

Quem tem cabelos realmente secos e danificados, que tenham sofrido danos muito profundos.
Indicações para o Óleo de Argan:

Pode ser usado por qualquer tipo de cabelo que precise de um toque de revitalização, mas que não esteja completamente detonado. Ele devolve o movimento dos fios, o brilho e por ser menos gorduroso não tem restrições de uso quanto ao tipo de cabelos..
Óleo de Ojon para pele
No Hidratante:
Você pode colocar uma pequena quantidade no seu hidratante.

Durante o banho:

Use-o diretamente na pele. O ideal é que seja durante o banho! Faça uma esfoliação primeiro na pele para retirar as escamas mortas e preparar a pele para o tratamento, passe o óleo de Ojon em todo o rosto e corpo deixe por uns 2 minutos e em seguida enxágue.
Se tiver a pele oleosa, usar o óleo durante o banho é uma ótima opção.
Em tratamentos noturnos:

Limpe a pele com um adstringente, lave o rosto com sabonete específico e espalhe algumas gotas do óleo de Ojon em todo o rosto. No dia seguinte, pela manhã, lave o rosto, enxágue e coloque um hidratante com protetor solar.
Clique Aqui para ver a Receita com Óleo de Ojon


VOCÊ PODE GOSTAR

Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone
COMPARTILHE

One thought on “Elaeis oleifera – Quem é o Ojon?

  1. Olá, gostaria de saber se o óleo de Ojon vendido no site é sólido na temperatura ambiente e se ele é virgem ou refinado. Obrigada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *