Acne

 

As glândulas sebáceas, as quais secretam óleo sobre a pele, estão localizadas na derme, camada de pele situada imediatamente abaixo da camada superficial (epiderme). Os distúrbios das glândulas sebáceas incluem a acne, a acne rosácea, a dermatite perioral e os cistos sebáceos.

 

Conhecendo a acne:

A acne é uma doença cutânea comum na qual os poros cutâneos tornam-se obstruídos, acarretando a formação de pápulas e de abcessos (coleções de pus) inflamados e infectados. A acne tende a afetar os adolescentes devido a uma interação entre hormônios, óleos cutâneos e bactérias que vivem sobre e no interior da pele e no cabelo. Durante a puberdade, as glândulas sebáceas da pele tornam-se mais ativas e produzem óleo (sebo) em excesso. Frequentemente, o sebo ressecado, a pele descamada e as bactérias acumulam-se nos poros cutâneos formando um comedão, o qual impede que o sebo flua dos folículos pilosos, atravessando os poros.

Quando a obstrução é parcial, ocorre a formação de um comedão aberto. Quando ela é total, ocorre a formação de um comedão fechado. As bactérias crescem nos poros obstruídos e degradam algumas das gorduras do sebo, irritando ainda mais a pele. Os comedões abertos e fechados causam as erupções cutâneas que são comumente conhecidas como espinhas. Quando a infecção e a irritação das espinhas pioram, pode ocorrer a formação de um abcesso.

 

Sintomas:

A acne frequentemente piora no inverno e melhora no verão, provavelmente devido ao efeito benéfico do sol. A dieta tem pouca ou nenhuma influência sobre a acne, embora algumas pessoas acreditem ser sensíveis a certos alimentos. A eliminação desses alimentos da dieta durante várias semanas e sua subsequente reintrodução na dieta podem ajudar a determinar se os alimentos realmente afetam a acne. A acne também pode ocorrer durante o período menstrual em mulheres jovens e pode desaparecer ou piorar significativamente durante a gravidez.

Os adolescentes que fazem uso de esteroides anabolizantes podem apresentar uma piora da acne. Determinados cosméticos podem agravar a acne por obstruírem os poros. Na acne profunda, a infecção pode disseminar-se, e deixar cicatrizes. O ato de espremer as espinhas ou de tentar abri-las de outras maneiras pode piorar a acne superficial, aumentando a infecção, a inflamação e as cicatrizes.

 

Tratamento:

A lavagem das áreas afetadas várias vezes ao dia tem pouco efeito, excetuando-se a melhoria do aspecto da face oleosa. Qualquer sabão de boa qualidade pode ser utilizado. Os sabões antibacterianos não são particularmente benéficos e os sabões abrasivos podem secar melhor as lesões, mas também podem irritar a pele. As compressas de água quente ajudam a amolecer os comedões, tornando a sua remoção mais fácil.

 

Acne Superficial:

É quando  um indivíduo apresenta comedões, espinhas e pústulas (bolhas cheias de pus) sem abcessos.
Para eliminar as espinhas, o indivíduo pode aplicar um antibiótico sobre a pele, com ou sem um irritante (ácido retinóico).
O ácido retinóico (sob a forma de creme, líquido ou gel) seca a pele, mas ela deve ser utilizada com cautela. A acne pode parecer pior durante os primeiros dias de tratamento e leva 3 a 4 semanas para melhorar.

 

Acne Profunda:

É quando espinhas inflamadas projetam-se para o interior da pele subjacente e surgem cistos cheios de pus que podem romper e evoluir para abcessos maiores.
Nestas condições, prescreve-se geralmente um antibiótico oral.Ocasionalmente, o médico pode também drenar um cisto ou um abcesso. A dermoabrasão, um procedimento no qual a superfície da pele é friccionada com um instrumento metálico abrasivo com o objetivo de remover a camada superior, pode ajudar na remoção de pequenas cicatrizes. Para a mulher que apresenta acne grave durante o período menstrual, um contraceptivo oral pode ser útil, mas o tratamento leva 4 a 6 meses para produzir resultados.

 

Acne Rosácea:

A acne rosácea (ou simplesmente rosácea) é um distúrbio cutâneo persistente que produz avermelhamento, pequenas espinhas e ruptura de vasos sanguíneos, geralmente sobre a área central da face. A pele pode tornar-se espessa, sobretudo em torno do nariz, tornando-o avermelhado e bulboso, uma condição denominada rinofima. Ocasionalmente, a acne rosácea ocorre no tronco, nos membros superiores e inferiores e não na face. A causa da acne rosácea é desconhecida. Comumente, ela manifesta-se durante ou após a meia-idade, sendo mais comum em indivíduos de pele clara. Alguns alcoolistas apresentam acne rosácea, sobretudo o rinofima.
Os indivíduos com acne rosácea devem evitar alimentos que provocam a dilatação dos vasos sanguíneos cutâneos (p.ex., alimentos condimentados, álcool, café e refrigerantes contendo cafeína).

 

Acido Retinóico e seus Efeitos:

Apesar do ácido retinóico ser um bom aliado em diversos tratamentos de beleza, entre eles a acne, ele tem efeitos colaterais que devem ser analisados antes da prescrição do seu uso.
O ácido retinóico pode causar danos a um feto em desenvolvimento e as mulheres que a utilizam devem adotar medidas contraceptivas rigorosas para evitar a gravidez. Uma mulher sexualmente ativa deve realizar um teste de gravidez antes de começar a usar , e o teste deve ser repetido mensalmente enquanto durar o tratamento. A contracepção ou a abstinência sexual deve ser iniciada um mês antes do início do tratamento e deve ser mantida enquanto o ácido retinóico estiver sendo utilizado, prolongando- se por mais um mês após a suspensão da medicação. É necessária a realização de exames de sangue para se assegurar que o medicamento não está afetando as células do sangue, o fígado ou as concentrações de gorduras (triglicerídeos e colesterol). Esses exames são realizados antes do início do tratamento, duas semanas após o seu início e, em seguida, mensalmente durante o tratamento.
A maioria dos indivíduos que utilizam o ácido retinóico apresentam ressecamento dos olhos, fissuras labiais e ressecamento da pele fina que reveste o pênis ou a vagina. A vaselina pode ajudar a melhorar a secura da pele. Aproximadamente 15% dos indivíduos tratados com o ácido retinóico apresentam dor ou rigidez das grandes articulações e da região lombar. A dor frequentemente desaparece quando a dose é reduzida. Em geral, a terapia dura 20 semanas. Quando for necessário prolongá-la, ela não deve ser reiniciada pelo menos por 4 meses.

 

Causas conhecidas da Acne:

Como já foi dito acima, a principal causa da acne é o desajuste hormonal; uma bactéria também está relacionada ao aparecimento da acne. A Propionibacterium acnes, que se alimenta da secreção produzida pelas glândulas sebáceas na pele.

A P. acnes vive normalmente na pele humana, mas se multiplica muito durante a puberdade, ocasionando essa resposta inflamatória comum no rosto e em outros lugares do corpo dos adolescentes. Apesar de antibióticos serem eficazes contra espinhas, alguns tipos da bactéria já são resistentes e exigem novos medicamentos.

 

Algumas formas de tratamento Tópico:

Óleo de melaleuca no tratamento da Acne:

O Óleo Essencial de Melaleuca é originário da planta nativa australiana Melaleuca alternifolia. Ele foi descoberto nos anos 20 como um antisséptico tópico mais potente que o fenol. Recentemente, tem aumentado seu uso como um antimicrobiano no controle da acne e das tineas.

O Óleo Essencial de Melaleuca é imensamente popular para várias aplicações tópicas e estudos in vitro demonstraram sua atividade antibiótica. Sua eficácia no controle da acne e de infecções fúngicas também é relatada em estudos. O Óleo Essencial de Melaleuca é tão eficaz quanto o Peróxido de Benzoíla no controle da acne inflamatória e não inflamatória.

O shampoo com 5% de Óleo Essencial de Melaleuca mostrou resultados significativos para caspa e o sabonete líquido na mesma concentração como ativo na melhora da acne.

 

Precauções
Seu uso é relativamente seguro com eventos adversos limitados e ocasionais, ocorrendo reações alérgicas em indivíduos com pré-disposição e irritação cutânea quando utilizado em altas concentrações. É potencialmente tóxico se ingerido em altas doses.

 

Extrato de Salix Alba (salgueiro ou chorão)
Efeito anti-inflamatório, antioxidante, renovador celular, atua no combate ao Propioniumbacterium acnes, reduz a formação de comedões.

 

Vitamina B (Niacinamida e Biotina)
Atua na inibição da lipogênese.

 

Zinco
Atua na seborregulação, inibe a enzima 5?-redutase. Age na manutenção do pH cutâneo fisiológico e ao mesmo tempo garante a integridade molecular e celular da pele.

 

 

Receitas Antiacne:

Shampoo com Óleo de Melaleuca

Sabonete Liquido Cremoso com Ação Antiinflamatoria  Antiacne e Calmante da Pele

Gel Antiacne

 Gel Antiacne de Óleo essencial de Melaleuca

 
 

As Formulações acima contem informações apresentadas de boa fé e fundamentadas no melhor conhecimento sobre o assunto. As informações têm valor apenas indicativo.Quaisquer informações comentadas, inclusive as sugestões de condições de uso dos produtos, não devem substituir ensaios e verificações experimentais que são indispensáveis para assegurar a adequação do produto a cada aplicação específica.
 
 

VOCÊ PODE GOSTAR

Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone
COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *