Corantes e Pigmentos

 

Corantes e pigmentos são produtos que tem por objetivo conferir cor ao meio em que forem adicionados, porém que não são necessariamente a mesma coisa.A capacidade de solubilidade os diferencia, enquanto o corante é solúvel o pigmento não, a menos que seja corretamente manipulado e dispersado.Os corantes, pela sua solubilidade, quando colocados em conjunto em um mesmo sabonete, migram misturando as cores e manchando o sabonete. O corante cosmético por ser feito com pigmento não migra, não misturando as cores, nem manchando o sabonete.Muitas vezes, por erros de melhor definição do produto, podemos classificar o corante como um pigmento, quando na verdade o corante pode ser o produto de um pigmento tratado por um intermediário. 

  Fonte da imagem: http://jurema-sampaio.pro.br/strani_felicita/terciarias.htm

Clique Aqui para ver  diferenças entre corante e pigmento

Clique Aqui para aprender a fazer corantes naturais

      

Corantes e Pigmentos

A cor é algo que nos é tão familiar que se torna difícil para nós compreender que ela não corresponde a propriedades físicas do mundo, mas sim à sua representação interna em nível cerebral. Ou seja, os objetos não têm cor; a cor corresponde a uma sensação interna provocada por estímulos físicos de natureza muito diferente que dão origem à percepção da mesma cor por um ser humano. O corante é um produto inorgânico ou orgânico que dá cor a matérias vivas ou inertes. Ou ainda, é toda substância que, se adicionada a outra substância, altera a cor desta. O homem utiliza os corantes e pigmentos há mais de 20 mil anos. Sabe-se que os caçadores do Período Glacial pintavam as paredes das cavernas com fuligem, ocre, terras, argilas, sangue de animais, ou sumo de frutos e plantas esmagados. A utilização dos corantes remonta à Antiguidade, por volta de 3.0 a.C., foram produzidos alguns corantes inorgânicos sintéticos, como o Azul Egípcio. O primeiro corante colorido que foi descoberto o índigo natural, conhecido desde os egípcios até os bretões, era extraído da planta Isatis Tinctoria. Importância semelhante ao índigo tinha a rubiácea, planta cultivada, a partir da qual se fabricava a alizarina, um corante muito procurado. O vermelho das capas dos centuriões romanos era obtido de um molusco chamado Murex, um caramujo marinho. Empregou-se exclusivamente corantes naturais até 1856. W. Perkin descobriu o primeiro corante sintético, a malveína. A partir dessa altura iniciou-se o desenvolvimento da indústria dos corantes sintéticos. De acordo com a sua origem, os corantes podem ser naturais ou sintéticos. Os corantes naturais provêm de animais, plantas ou minerais e podem dividir-se em corantes vegetais, corantes minerais inorgânicos e corantes animais.     Corante X Pigmento: Teóricamente, corante é toda substância que, se adicionada a outra substância, altera a cor desta. Pode ser uma tintura, pigmento, tinta ou um composto químico.

 

Encontre Aqui Corantes e Pigmentos para seus Cosméticos e outros

 

CORANTE

Definição: Substâncias solúveis no meio de aplicação. Apresentam soluções transparentes. Colore a preparação, mas não dá cobertura da área aplicada. São sintetizados a partir de um único derivado incolor do benzeno, a Anilina.Podem ser: Hidrossolúveis ou lipossolúveis (se o veículo/excipiente for lipo, corante é lipo) Naturais ou sintéticos (maioria dos corantes farmacêuticos em uso atualmente são sintéticos) –> Corantes FD&C: Podem ser usados em alimentos, medicamentos e cosméticos –> Corantes D&C: Alguns aprovados para uso em medicamentos, alguns em cosméticos e outros em dispositivos médicos (aparelhos auditivos, próteses, etc) – São mais baratos do que os FD&C. –> Corantes D&C de uso externo: uso restrito a partes externas do corpo, não incluindo lábios ou qualquer outra área recoberta por membrana mucosa (inclusive área dos olhos) Devem ser quimicamente estáveis na presença de outros adjuvantes da formulação e não interferir na estabilidade desses adjuvantes e ser fotoestáveis.

 

 

PIGMENTO

O pigmento é um material que muda a cor da luz que se vê de um objeto. Um pigmento tem de ser estável na sua forma sólida à temperatura ambiente. A maioria dos pigmentos são corantes secos, usualmente moídos em um pó muito fino e insolúvel. A distinção entre pigmento, que é insolúvel, e um corante (ou tintura), que é líquido ou então solúvel num veículo (Do qual resulta uma solução). Os corantes são soluções solúveis de pigmentos que conferem uma determinada cor. Definição: Os pigmentos são pós ou partículas bem reduzidas dispersados nas tintas. Composto por material insolúvel que colore por dispersão (agitação).

Podem ser: Minerais: – Óxidos de Ferro Metálicos (óxido de ferro – avermelhado, óxido de zinco – branco gelo, dióxido de titânio – branco puro) e de cromo (verde petróleo) – Sais minerais complexos (violeta de manganês)

Aplicações Cosméticas A indústria de cosméticos usa o composto para criar vários pigmentos na maquiagem também. A maioria das formas de óxido não são tóxicas, repelentes de água e não corroem ou sangram, tornando-os um aditivo ideal para produtos como rímel, base líquida e em pó e sombra de olho. Os óxidos também podem ser encontrados em certos tipos de produtos de saúde, como talco em pó, creme facial e creme corporal. Alguns produtos protetores solares também o contêm. Sua estrutura geralmente é pensada para ajudar a bloquear os perigosos raios ultravioleta do sol contra a pele humana prejudicial.

Orgânicos: – Pigmentos puros: Obtidos de forma insolúvel . São transparentes ou semitransparentes, possuem alto poder de tingimento, além de uma gama variada de cores. Há ainda o fator impacto ambiental, que no caso dos pigmentos orgânicos é mínimo, pois possuem baixa toxidade e em alguns casos são até mesmo isentos de toxidade.

 

 

Dióxido de Titânio (TiO2) – Um dos mais importantes pigmentos brancos produzidos. É um óxido de titânio encontrado na natureza, cuja fórmula química é TiO2, é chamado de titânio branco ou pigmento branco. É um pó branco, seco e finamente pulverizado, de constituição inorgânica, quimicamente inerte e termicamente estável, inodoro e insolúvel em água. É um dos mais importantes pigmentos brancos produzidos e muito utilizado em diversos campos, como na indústria de cosméticos, etc, por sua capacidade de opacificar e branquear o meio em que está disperso e baixo índice de descoloração por raios ultra-violeta.

PROPRIEDADES O dióxido de titânio pode ser utilizado como funçãode bloqueador da radiação ultravioleta aumentando o fator de proteção solar de um produto cosmético, atingindo um espectro entre a radiação UVB e UVA. O dióxido de titânio é insolúvel em água e em óleo,sendo apenas dispersível nestes meios ou em silicone. O dióxido de titânio micronizado pode influenciar a viscosidade das formulações promovendo o seu aumento, uma vez que eleva a densidade da fase interna das emulsões. Para protetores solares é utilizado uma concentração de 1 a 10%.