Marketing olfativo – Conheça melhor esta Tendência

 

O efeito sobre o estado de espírito do consumidor

é o único território que resta para

prover benefícios novos e atraentes.”

Melinda Davis

 

O livro “ O perfumista” do escritor alemão Patrick Süskind, apesar de ficção, é uma metáfora exagerada do efeito do olfato nas emoções humanas. Ele tem a capacidade de aguçar no leitor a atenção para o mundo dos odores e a percepção da influência deles no estado emocional das pessoas e de sua memória olfativa.

Quem de nós, ao experimentar um perfume, não se lembrou de um momento romântico e quase imediatamente a emoção do momento apodera-se de novo de nós.

Ou então,estava meio triste e experimentou um perfume muito gostoso que o fez sentir leve!!!!!!

Pois é!!! Esta capacidade humana, consegue alterar nossos estados emocionais proporcionando sensações inesperadas e com a força para mexer com a nossa psique muito maior do que imaginamos.

Imagine a seguinte cena: uma pessoa passa pelo corredor do shopping e sente um irresistível cheiro de chocolate, ao virar-se ela descobre uma loja de doces. Ela entra no estabelecimento e sai com uma sacola cheia de guloseimas. Essa éapenas uma das estratégias que o marketing olfativo possui para “fisgar” ocliente.

 

O que é Marketing Olfativo:

A comunicação de uma marca hoje, precisa envolver o cliente,tornar-se uma “experiência sensorial” que vai além do áudio e vídeo. É preciso uma visão baseada no aspecto emocional, pois nunca o emocional contou tanto nas vendas como atualmente.

O cliente não quer comprar somente produtos, ele quer estar em um local prazeroso e confortável que o deixe feliz.

Quase toda nossa compreensão do mundo acontece através dos sentidos. Eles são nossos vínculos com a memória e podem atingir diretamente nossas emoções. Eles interagem com nossas experiências diárias e contribuem para que possamos distinguir um produto do outro. Estão inseridos em nossa memória e fazem parte de nossos processos de tomada de decisão.

O cheiro nos afeta significativamente mais, do que imaginamos. Subestimamos a importância de seu papel para nosso bem-estar. O olfato é o único sentido que não podemos desligar.

Neste contexto surge o Marketing Olfativo.Técnica que vem do convencimento de que objetos, pessoas, casas, comunidades, cidades, e até países, têm aroma próprio.

Apesar das empresas hoje, ainda terem sua identidade limitada à imagem (no logotipo, por exemplo), não atentaram para o efeito que um aroma agradável produz na experiência dos usuários.

O marketing olfativo pode levar as empresas a redimensionarem o espaço físico para atrair clientes, e compreenderem o aroma do seu ambiente como algo estratégico, capaz de mudar profundamente sua identidade, sua marca, otimizando o desenvolvimento e a qualidade de serviços inovadores com foco no usuário.

Os métodos e estratégias do marketing olfativo, podem atribuir um grande apelo emocional ao consumidor,influenciando diretamente suas decisões e sua satisfação, nomomento da compra.

 

Como funciona o Marketing Olfativo:

No Brasil quem mais se identificou com o marketing olfativo foi o varejista, seja ele do ramo alimentício, moda, eletro-eletrônico, etc. Além disso, muitas empresas, consultórios médicos, escritórios já usam o marketing olfativo em seus negócios. Sua principal ferramenta é a aromatizaçãode ambientes, que é feita através de aparelhos eletrônicos ou ar-condicionado,instalados nas lojas, escritórios, etc.

Por serem muitos discretos os clientes acabam achando que aquele cheiro é natural da loja.

Outra novidade é a aromatização de impressos em anúncios de revista, cartões, folders, etc. Isso leva o cheiro da empresa vá até o cliente, além de causar um maior impacto nas campanhas publicitárias.

O marketing olfativo vai desde a aromatização até o desenvolvimento do logo olfativo.

 

 

Objetivos/Resultados do Marketing Olfativo:

• A decisão de compra do cliente pode ser incrementada, elevando o tíquete médio de venda.

• Criar uma “identidade olfativa” vinculando a marca ao aroma escolhido, possibilitando novas ações de comunicação junto ao cliente.

• Aumento da fidelização e retenção do cliente.

• Valor agregado ao produto e à marca.

• O Aroma age como estímulo.

• Tendências de compra pela qualidade de vida, bem-estar e paz de espírito.

• Uma vez sentindo-se “acolhido”, o cliente dentro da loja está muito mais apto a captar e absorver informações e experiências.

   

Um exemplo de Marketing Olfativo abaixo

 

 

   

Espero que esta matéria tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas.

 

Tem algum comentário a fazer? Gostou desta matéria, escreva pra gente contando oque você achou!!!!!

 

Deixe seu comentário com sugestão de matérias que você gostaria de ler aqui.

 

Até a próxima.

 

EquipeTécnica Sabão e Glicerina

         ]]>

VOCÊ PODE GOSTAR

Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone
COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *