Manteigas – Quem são elas – Manteiga de Cacau

Manteiga de Cacau
A HISTÓRIA DO CACAU O cacaueiro (Theobroma cacao L) é nativo da Bacia Amazônica, amplamente distribuído pelas Américas. O consumo do cacau é relatado desde os tempos mais remotos, sendo difundido pelas antigas civilizações Maia e Asteca. De acordo com os historiadores, o cacaueiro, chamado cacahualt, era considerado sagrado. No México os Astecas acreditavam ser ele de origem divina e que o próprio profeta Quatzalcault ensinara ao povo como cultivá-lo tanto para o alimento como para embelezar os jardins da cidade de Talzitapec. Seu cultivo era acompanhado de solenes cerimônias religiosas. Esse significado religioso provavelmente influenciou o botânico sueco Carolus Linneu, que denominou a planta de Theobroma cacao, chamando-a assim de “manjar dos deuses”. A manteiga de cacau é a gordura comestível natural da semente de cacau. É um derivado de grande importância em função de sua composição e características. A manteiga de cacau tem propriedades incomparáveis á qualquer outro tipo de gordura vegetal, pois é altamente estável, tem textura suave e ainda é rica em substâncias antioxidantes. Isso desperta o interesse no seu uso como matéria prima nas indústrias alimentícia, farmacêutica e cosmética. Além de ser um ingrediente indispensável na fabricação de chocolate, a manteiga de cacau é muito usada em formulações cosméticas e dermatológicas. O cacau é usada em aplicações tópicas em casos de queimaduras, ressecamento labial, rachaduras que ocorrem no seio em função da amamentação, hemorróidas, ungüentos analgésicos, processos de cicatrização, qualquer tipo de lesão cutânea e em preparações caseiras para diminuir a coloração de manchas no rosto. Rica em polifenóis, que são pigmentos naturais com atividade antioxidante, a manteiga de cacau também previne contra o envelhecimento celular, eliminando os radicais livres formados no processo natural de envelhecimento, podendo ser usada em formulações com este propósito. A manteiga de cacau é uma das gorduras mais estáveis, contendo antioxidantes naturais que evitam que ela se torne rançosa, permitindo sua armazenagem por um prazo de 2 a 5 anos. Esta é formada por cerca de 96,6% de triglicérides (são constituídos por uma molécula de glicerol unida a 3 ácidos gordos ou graxos). A manteiga de cacau tem apenas um leve sabor e aroma de chocolate. É o único componente do cacau utilizado no chocolate branco.   MANTEIGA DE CACAU composição graxa: Ácido Oléico …………………….. 31 a 37% Ácido Esteárico………………….. 32 a 37% Ácido Palmítico………………….. 24 a 29% Ácido Linoleico …………………. 2 a 5%   UTILIZAÇÃO EM COSMÉTICOS Hoje, as aplicações cosméticas do cacau vão muito além da conhecidíssima manteiga de cacau por suas propriedades nutritivas e hidratantes, que diminuem a perda de água da pele, mantendo a sua hidratação natural. Aliás, a manteiga de cacau deve ser utilizada com cautela em peles muito oleosas, por conta de seu alto teor lipídico. Possui propriedades hidratantes excelentes e emolientes,  e de fácil absorção pela pele, ou seja, recupera a oleosidade do tecido perdida durante o ressecamento causado por exposições ao sol ou frio excessivo. Também é capaz de regenerar a fibra capilar deixado-a macia e maleável. Ela é especialmente usada em batons sólidos e líquidos para poder amaciar e proteger o lábio, já que o cacau possui fator de proteção solar 10, e também é muito bom contra o frio.   MANTEIGA DE CACAU DESODORIZADA A Manteiga de Cacau desodorizada é uma gordura comestível natural obtida a partir da pressão mecânica do Liquor de cacau, Theobroma cacao (Sterculiaceae). Depois de prensada a manteiga é filtrada e desodorizada, sem a utilização de aditivos. É um derivado de grande importância em função de sua composição química e características físicas.   INDICAÇÃO Manteiga de Cacau desodorizada é muito utilizada como base para supositório e de pomada. Incorporado  em formulações de cremes, sabonetes, como  doador de lubricidade e agente para conferir  emoliência, nesses produtos. Usada em aplicações tópicas em casos de queimaduras, ressecamento labial,  rachaduras que ocorrem no seio, hemorróidas, ungüentos analgésicos e processos  de cicatrização. Pode ser utilizado no preparo do chocolate nutricional, na concentração de 20-50%.   CONCENTRAÇÃO RECOMENDADA Varia de acordo com o tipo de aplicação. Loção cremosa: 0,5 a 0,8%, Shampoo: 0,10% e Batom: 20%. Chocolate nutricional: concentração de 20-50%.  
 
]]>

Outras Matérias que podem te interessar...

Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedInPrint this page
COMPARTILHE