Cosméticos e Insumos Saiba Quem é Quem

A alguns anos atrás, fazer cosméticos era privilégio dos bioquímicos e farmacêuticos exclusivamente. Com a chegada dos produtos para corpo artesanais, um novo público surgiu no panorama do mercado internacional. Hoje muitas pessoas procuram fazer seus próprios produtos para banho e cuidados com a pele, incrementandos-os com insumos naturais ou artificiais da área cosmética.Para ajudar este novo público, esta matéria vem esclarecer alguns conceitos e dúvidas que surgem e ficam no meio do caminho, gerando mal-entendidos e confusões na hora de comprar e ou manipular os produtos. Pois bem, vamos esclarecer:   Segundo a ANVISA, Cosméticos, Produtos de Higiene e Perfumes, são preparações constituídas por substâncias naturais ou sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano, pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dentes e membranas mucosas da cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e ou corrigir odores corporais e ou protegê-los ou mantê-los embom estado. Ou seja cosmético é todo o produto acabado e pronto para ouso do consumidor. Este uso é externo e pode abranger um ou mais regiões do corpo. Matéria-prima ou insumo, é toda aquela substancia ou conjunto de substâncias que entram na produção de um cosmético ou produto final, e que será modificada durante o processo de confecção do produto final. É um ingrediente ou conjunto de ingredientes da composição do produto final. Uma matéria-prima pode ser um produto final ou cosmético? Sim, em alguns casos, o insumo ou matéria-prima é o próprio cosmético ou produto final. Um exemplo disso é o óleo de amêndoas que é vendido por diversas marcas de empresas de cosméticos. Qual a diferença entre o insumo sozinho, e como produto final ? A diferença é que como insumo ele está completamente puro, sem a adição de nenhum outro produto que agregue valor à formulação, como cosmético, ele pode estar diluído e adicionado de conservantes, corantes e ou perfumes que lhe conferem características diferentes do produto original. Umexemplo que mostra bem esta diferença, é o conhecido óleo de rosa mosqueta. O insumo, é puro, vendido separadamente como matéria-prima para diversos produtos cosméticos, onde entra em quantidades varáveis como ingrediente das formulações. Encontramos também no mercado, o produto óleo de rosa mosqueta cuja indicação é cicatrizante e ou regenerador da pele. Este produto, nada mais é do que a matéria-prima, diluída (não é 100% puro) e vem adicionado de conservantes, perfume e o veículo. Por conta desta diferença, encontramos um valor diferente entre a matéria-primae produto final encontrado em lojas e perfumarias, e outras diferenças na aparência e consistência do produto. O insumo tem cor diferente, não tem odor, deve ser puro e não vem com conservantes, já que sua finalidade é ser adicionado a uma formulação. Apenas para esclarecer, veículo ou solvente, é a substância na qual dissolvemos os ingredientes ou insumos da formulação, geralmente é o produto em maior quantidade da fórmula. Um exemplo é a água deionizada que se usa para dissolver as bases para shampoo e outros produtos. É fundamental ressaltar que os insumos JAMAIS DEVAM SER UTILIZADOS PUROS, fora de uma formulação, pois toda substância cosmética tem um limite de concentração de uso, o uso fora deste limite pode causar efeitos indesejados que vão desde coceiras leves até problemas graves que podem levar o usuário a ter que consultar um médico para resolvê-los. Embora as substâncias usadas sejam rotuladas como cosméticos, elas nem sempre são inócuas ou livres de feitos colaterais quando utilizadas erroneamente. A aplicação de produtos na pele ou no cabelo tem que ser feita de forma responsável para que não produza efeitos indesejados ou problemas mais sérios. Se você não conhece bem o produto ou isumo que está comprando, consulte o seu vendedor e peça esclarecimentos, nunca compre ou use algo que não conheça bem,pois o uso errado como já colocado, pode causar efeitos colaterais prejudiciais. Antes de tudo SEJA UM CONSUMIDOR RESPONSÁVEL, saiba o que está comprando, e onde e como vai utilizar. Sempre compre em locais idôneos que possam garantir a qualidade do produto comprado. Espero que esta matéria tenha ajudado a esclarecer suas dúvidas. Tem algum comentário a fazer? Gostou desta matéria, escreva pra gente contando o que você achou!!!!! Deixe seu comentário com sugestão de matérias que você gostaria de ler aqui. Até a próxima Maria José Equipe Técnica Sabão e Glicerina Clique aqui paravisitar nossa Loja Virtual    

]]>

Outras Matérias que podem te interessar...

Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someoneShare on LinkedInPrint this page
COMPARTILHE